História

A região da Diocese de Barra do Garças fazia parte da Prelazia do Registro do Araguaia, atual Araguaiana, criada a 12 de maio de 1914, desmembrada da Arquidiocese de Cuiabá, por decreto da Sagrada Congregação Consistorial. Em 27 de maio de 1969, o Papa Paulo VI transferiu a sede da Prelazia do Registro do Araguaia de Araguaiana para Guiratinga. O Papa João Paulo II criou a Diocese de Guiratinga, a 08 de outubro de 1981. Por fim, a 27 de fevereiro de 1982, o Papa João Paulo II, pela Bula “Cum in Pastorali” criou a Diocese de Barra do Garças, desmembrada da Diocese de Guiratinga. Com a reestruturação da Província Eclesiástica de Cuiabá (MT) em 25 de junho de 2014 foram anexadas quatro Paróquias da extinta Diocese de Guiratinga.

 

Situação Geográfica: Leste do Estado do Mato Grosso.
Limites: Diocese de Rubiataba/Mozarlândia – GO; Goiás – GO; São Luis de Montes Belos – GO; Jataí – GO; Rondonópolis-Guiratinga – MT; Prelazia de São Félix – MT; e Diocese de Primavera/Paranatinga – MT.
Superfície: 70.947,0 Km²
População: 153.386 habitantes.
Municípios: Água Boa, Araguaiana, Araguainha, Barra do Garças, Canarana, Cocalinho, General Carneiro, Nova Nazaré, Nova Xavantina, Pontal do Araguaia, Ponte Branca, Ribeirãozinho e Torixoréu.